E fui…

E FUI… (um samba de breque)17382_513801558678621_1292728305_n

Estava eu caminhando
calmamente pela calçada
dando uma boa talagada
no gargalo
da minha garrafa
de rabo-de-galo,
quando ele apareceu, se aproximou
pra me dar uma dura.

Carinha de menino bom,
terno e gravata
(pura bravata!)
cara de pastor da igreja universal,
bíblia na mão, sério,
foi dizendo:
“-Que vergonha, meu “tio”, bebendo na rua!!!”

Tomei mais um gole,
limpei o canto da boca
e o pigarro do gogó,
olhei no fundo dos olhos dele
e falei:

“-Não minino!, não estou
bebendo na rua,
estou bebendo na garrafa.
Se estivesse bebendo na rua,
estaria de quatro, rastejando
e lambendo o chão,
igualzinho a você
lambendo a sola do sapato
DO SEU PATRÃO!!!!!!!!!!!!!

(breque)

E Fui…

Anúncios
Esse post foi publicado em Livro livre. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s